Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 23, 2012

Conselheiro propõe piso salarial para advogados paraenses

Imagem
[caption id="attachment_12148" align="alignleft" width="146" caption="Mário Paiva"][/caption]
Mário Paiva, Conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil - seção Pará (OAB-PA), elaborou uma proposta de projeto de lei para estabelecer um piso salarial para os advogados do Estado. De acordo com o conselheiro da Ordem, hoje não existe no Pará uma regulamentação de piso para os profissionais contratados na iniciativa privada, como empresas e escritórios de advocacia, o que faz com que muitos advogados recebam baixa ou mesmo nenhuma remuneração pelo seu trabalho. A proposta deverá ser discutida na próxima sessão do conselho da OAB-PA, no dia 28 de fevereiro.Segundo a proposta elaborada pelo conselheiro, o piso salarial do advogado privado seria de R$ 1.244,00 para jornadas de até 20 horas semanais e R$ 1.866,00 para jornadas de 40 horas semanais. Os valores seriam destinados aos profissionais inscritos na OAB com até três anos de profissão. A partir do …

Situação da Dengue no Pará

Até agora, foram notificados 3.970 casos suspeitos da doença no Estado, dos quais 1.004 casos confirmados com a seguinte classificação final: 995 casos de dengue clássica (DC), 6 de dengue com complicação (DCC), 2 de febre hemorrágica da dengue (FHD) e 1 caso de síndrome do choque da dengue (SCD).  (Dados Sespa: Informe Epidemiológico Nº 06/2012 )
Os municípios com maior número de casos notificados são: Parauapebas (1.088), Belém (622), Marabá (400), Ananindeua (329) e Marituba (149)
Em relação aos casos confirmados, os municípios com maiores registros são Parauapebas com 367, Belém com 167 e Ourilândia do Norte com 94 casos.
Em relação a óbito por dengue existe apenas um caso confirmado em Parauapebas, porém seis ainda estão em investigação no Estado.
Mais detalhes: Sespa divulga novo balanço da dengue no início de 2012

Pará:Professores e Governo retomam negociações

Os professores do Estado do Pará, através do SINTEPP, retomam na segunda-feira, 27, as negociações com o Governo do Estado. Entre as pautas de negociações estão: A integralização imediata do piso salarial nacional para os professores do Estado do Pará em 2012; o pagamento de retroativos; licença para pós-graduação; portaria de lotação; construção e reforma das escolas da rede estadual de ensino; e a regulamentação de aulas suplementares e abono. Estes são apenas alguns dos 26 itens que compõem a extensa pauta de reivindicações dos professores estaduais na campanha salarial de 2012. Na última audiência, no dia 16 deste mês, nem todos os pontos de pauta chegaram a ser analisados.
Informações: O Liberal

Roni no São Francisco

Imagem
No Rolando a Bola


[caption id="attachment_12122" align="alignleft" width="143" caption="Roni"][/caption]
O preparador físico Roni Lameira que recentemente deixou o São Raimundo, vai fazer parte da comissão técnica de Thiago Amorim que nesta quarta-feira (22) assumiu o comando técnico do São Francisco no lugar de Osvaldo Monte Alegre que deixou o clube na sexta-feira passada.
O Auxiliar técnico Serginho vai continuar na comissão técnica, o mesmo acontecendo com o preparador de goleiros Jorginey.Thiago Amorim terá a responsabilidade de prosseguir com o trabalho, começado por Osvaldo Monte Alegre. Perguntado se pediria reforços para o segundo turno, Amorim disse que vai primeiro observar o plantel e depois tomará uma decisão.

Prefeito de Belterra é denunciado por prestar conta em atraso

A Procuradoria Regional da República da 1ª Região (PRR1)denunciou o prefeito de Belterra (PA), Geraldo Irineu Pastana de Oliveira, por atraso na prestação de contas em um convênio com o Ministério da Educação. Recursos oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foram repassados ao município para a compra de um ônibus escolar, mas a documentação comprobatória foi entregue com atraso. O prefeito atrasou a prestação de contas dos R$ 125 mil que recebeu do FNDE.
Descumprir as datas de convênios federais, por si só, configura crime de responsabilidade. “O denunciado cometeu o crime de omitir-se de prestar contas no prazo legal, como é dever do titular do mandato de prefeito à data de cada obrigação”, afirma o procurador regional Blal Yassine Dalloul.
Mais detalhes: Prefeito de Belterra presta contas fora do prazo