Postagens

Mostrando postagens de Março 22, 2012

Santarém ganha instituto histórico e geográfico

No dia 23 de março de 1836, a então Vila do Tapajós (hoje, Santarém/PA) foi tomada pelos revolucionários cabanos que estavam acampados na localidade de Ecuipiranga, onde se refugiaram depois das investidas do Império na capital da Província do Pará, já que o movimento chegou a ter um governo popular comandando o norte do país.
Cento e setenta e seis anos depois, pesquisadores e pessoas interessadas em história regional recriam uma entidade que já existiu nesta cidade em 1870 (era o Instituto Histórico e Etnográfico de Santarém - IHES), dando à ela uma conotação bem mais regional com o intuito não só de fazer o resgate da história, como também fomentar e estimular pesquisas nessa área com as novas gerações.
O Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós - IHGTap, será instalado amanhã (23) por um representante do IHGPA - Instituto Histórico e Geográfico do Pará (fundado em 1900), numa solenidade que começará às 19h00, no plenário da Câmara Municipal de Santarém. O presidente do IHGB - Ins…

Manaus: Arena da Amazônia tem obras paralisadas

[caption id="" align="alignleft" width="287" caption="Projeto"][/caption]
Aproximadamente 150 trabalhadores que atuam nas obras da Arena da Amazônia paralisaram as atividades na manhã desta quinta-feira (22). Desvio de função, salários inferiores ao piso estabelecido à categoria, não pagamento de horas extras são algumas das reclamações desses trabalhadores. De acordo com um grupo de trabalhadores a paralisação foi a forma encontrada para que representantes da empresa Andrade Gutierrez ouçam a categoria, além de chamar a atenção de órgãos como o Ministério Público do Trabalho
Informações: A Crítica

Parabéns filha!

Imagem
Hoje é um dia muito especial. Meu maior presente deste mundo completa 5 aninhos. Lara Gabriela,luz enviada de Deus, trouxe mais alegria para minha vida. Que o nosso Senhor lhe proteja e lhe derrame muitas bençãos filha.



[caption id="attachment_12751" align="aligncenter" width="280" caption="Lara Gabriela Pereira Rocha"][/caption]

Sidnei Rocha

Adiada a votação da Lei Geral da Copa

A votação da Lei Geral da Copa, iniciada ontem (21) na Câmara dos Deputados, foi mais uma vez adiada. Muitos partidos da base governista entraram em obstrução logo na votação do primeiro requerimento da oposição que pedia a retirada de pauta da Lei Geral da Copa. Com obstrução, não se conseguiu quórum suficiente para a votação do requerimento, o que levou o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), a encerrar a sessão. Participaram da obstrução à votação PMDB, DEM, PR, PTB, PDT, PSD, PPS e PSC.
A obstrução ocorreu principalmente porque esses partidos querem atrelar a votação da Lei Geral da Copa à votação do novo Código Florestal. As legendas exigem que Marco Maia marque a data para a votação do código e se comprometa a colocá-lo em votação na data marcada para que eles possam então votar a Lei da Copa. Deputados da Frente Parlamentar Evangélica tambẽm entraram em obstrução por serem contrários a liberação da venda de bebidas alcoólicas, nos estádios, durante os jogos da Copa.