Postagens

Mostrando postagens de Junho 14, 2015

Febre Aftosa: Prazo de notificação de vacinação encerra nesta segunda, 15

Nesta segunda-feira, 15, encerra o prazo de notificação, tempo que os produtores têm para informar a vacinação do seu rebanho. Até a última quinta-feira, 11, a gerência regional da Adepará em Santarém registrava um alcance de 75% do rebanho de sua área, que totaliza mais de 600 mil reses.

Para informar a vacinação, o criador tem que comparecer ao escritório da Adepará, localizado na avenida Curuá-Una, no bairro Santíssimo, e apresentar nota fiscal de compra da vacina e a relação do rebanho, especificando espécies, quantidades, sexo e idades. Quem não vacinou seu rebanho por qualquer motivo deverá apresentar justificativa formal e pedir novo prazo para adquirir a vacina, pois as lojas já encerram suas vendas.

Leia Mais

Estudantes reivindicam melhorias de ensino e estrutura para escola

Imagem
Foto: Bruno Magno (ORM News)
Cerca de 50 alunos da Escola Estadual Maestro Waldemar Henrique, em Belém,realizaram um protesto em uma das vias da Avenida Centenário, no bairro do Mangueirão.

Eles reivindicam melhorias de ensino e estrutura para a escola.

De acordo com Vitor Sena, aluno da escola,os bebedouros estão sem manutenção. A água é suja e tem gosto de ferrugem. Os banheiros são sujos e as crianças preferem não ir ao banheiro.

O protesto aconteceu na última sexta-feira, 12. O trânsito ficou parado por mais de 2 horas.
Informações do ORMNews.

Receita libera 1º lote da restituição do IR 2015 nesta segunda, 15

Imagem
A Receita Federal libera amanhã (15), na rede bancária, os valores do primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2015 (IRPF 2015). Neste lote, 1.495.850 contribuintes terão direito à restituição, com correção de 1,9%, totalizando mais de R$ 2,3 bilhões. Contribuintes idosos, com doença grave ou deficiência física, que não tenham cometido erros ou omissões na hora de enviar os dados, são a maioria no lote.
Serão liberadas também restituições dos exercícios de 2008 a 2014 que foram retiradas da malha fina, elevando para R$ 2,4 bilhões o valor total de liberações.