Postagens

Mostrando postagens de Junho 4, 2011

Belo Monte: impedir construção é "missão quase impossível".

Pela primeira vez, o Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) considerou "missão quase impossível” barrar na Justiça a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). Isso, no entanto, não inviabiliza as chances de o órgão obter liminares em defesa das condicionantes previstas para obra, na avaliação do procurador da República no Pará, Ubiratan Cazetta. “Dificilmente a obra será paralisada, mantido o roteiro das ações anteriores. A forma que temos para minorar esse prejuízo será concentrar nosso papel de fiscalizador no cumprimento das condicionantes previstas. Lamentavelmente, o que temos visto é a postergação de boa parte delas, principalmente nas áreas de saneamento e de navegabilidade”, disse à Agência Brasil.
Continue lendo

Artista plástico morre em Santarém.

Imagem
O impacto

O artista plástico Ed Lopes, bastante conhecido em Santarém por seu trabalho artístico e por seu envolvimento nos movimentos universitários e ambientalistas, morreu na madrugada de hoje, no Hospital Municipal de Santarém.
Ed Lopes trabalhou por muitos anos no IPAM – Instituto de Pesquisas Ambiental da Amazônia e era envolvido com a festa do Sairé, na ajuda da confecção das alegorias dos botos Tucuxi e Cor de Rosa.
O corpo de Ed Lopes está sendo velado, neste momento, na capela mortuária da Pax Dourado, localizada na Trv. 7 de Setembro, em Santarém. Familiares e amigos até agora estão esperando o laudo médico para saber a causa de sua morte.

Descaso com a educação?

O Ministério da Educação gastou R$ 14 milhões para distribuir material didático com erros de matemática a 37 mil escolas de educação no campo no ano passado.
Nele se aprende, por exemplo, que 10-7=4 e que 16-8=6. Há ainda exercícios que remetem à página errada e frases incompletas.
Foi pedida à CGU (Controladoria-Geral da União) uma sindicância para apurar as eventuais responsabilidades pelos erros e pela falta de revisão.
A coleção na qual os erros foram detectados tem obras sobre matemática, língua portuguesa, ciências, geografia e história.
O total de estudantes prejudicados, de acordo com o MEC, é de cerca de 300 mil, menos de 1% do ensino público.
Após a constatação dos erros, o ministério decidiu enviar aos coordenadores do programa de educação no campo uma orientação para que o uso do material seja suspenso.
Folha

Plebiscito deve sair em até 6 meses.

Os plebiscitos sobre a criação dos estados do Carajás e Tapajós vão acontecer na mesma data e em no máximo seis meses. A publicação nesta sexta-feira (3), no Diário Oficial da União, do decreto autorizando a realização do pleito foi o passo final para o início dos trabalhos do Tribunal Superior Eleitoral que vai instruir o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/Pará) a organizar, realizar, apurar, fiscalizar e proclamar o resultado final do plebiscito. Ainda não foram definidas as datas para o evento.
O decreto autorizando o plebiscito para a criação do Estado do Carajás foi publicado no dia 27 de maio no DOU. Caso o TSE autorize a realização até o início de outubro, e o resultado seja pela divisão do Pará, até o final do ano o Pará poderá estar desmembrado em três diferentes unidades federativas.

3º BPM REALIZA ARRAIÁ DO QUARTÉ

O 3º Batalhão de Polícia Militar realizará no domingo (05/06) a festa junina denominada “Arraiá do quarté” que acontecerá nas dependências do próprio batalhão. O objetivo da festa que terá inicio ás 22 horas é promover a aproximação entre policiais e a população e ainda arrecadar fundos para a construção de uma academia para o preparo físico dos policiais militares.
O ingresso está sendo vendido ao preço de R$5,00 com os policiais que organizam o evento. Durante todo o domingo ocorrerá um torneio de futebol.