Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 12, 2011

Disse o Governador

Imagem
[caption id="attachment_10395" align="alignleft" width="137" caption="Gov. Simão Jatene"][/caption]
“Acredito que a democracia é plena quando a maioria é capaz de perceber a legitimidade e o caráter genuíno dos interesses também das minorias. Uma experiência como essa só pode ter dois resultados: ou ganhamos todos ou perdemos todos. Meu desejo como governador, como paraense e brasileiro é que ganhemos todos. Circunstancialmente esse plebiscito aconteceu no Pará, mas acho que o Brasil precisa se perguntar por que estão no Congresso aproximadamente 20 processos para redivisão territorial. Não dá pra se explicar isso apenas como interesse de grupos políticos locais, acho que isso é simplificar demais a realidade brasileira”,
(Em entrevista coletiva ontem (11)  após divulgação do resultado do plebiscito)
Informações: Agência Pará

Santarém: Câmara aprova moção de repúdio

Imagem
[caption id="attachment_10384" align="alignleft" width="300" caption="Helenilson,Jatene"][/caption]
A Câmara de Santarém aprovou na Sessão desta segunda-feira, 12/12/2011, Moção de Repúdio assinada pelos vereadores ao governador do estado do Pará Simão Jatene e vice Helenilson Pontes. Na integra o conteúdo do documento:
Para Simão Jatene
“A CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM no uso de suas atribuições regimentais, acordado com o regimento interno da Casa e em nome da população que aqui representamos, observando a grande votação no plebiscito realizado no domingo dia 11 de dezembro, onde o povo santareno e do Oeste do Pará confirmou o desejo histórico para obter sua emancipação política e administrativa, com mais de 98% de confirmação em favor do SIM teve seu sonho “apenas” adiado.
DAÍ POR QUE, nossa manifestação de REPÚDIO ao Governo do Estado do Pará e ao Governador Senhor SIMÃO OLIVEIRA JATENE, por não ter honrado sua palavra de se manter neutro como ma…

Famosos falam sobre resultado do plebiscito

Imagem
Beto Barbosa

Beto Barbosa
Beto Barbosa se diz revoltado principalmente pela diferença social entre as regiões. “Se Tapajós e Carajás virassem Estado iam crescer e mudar aquela situação de total carência das pessoas que moram naquela região. É inadmissível saber que existem pessoas que ainda moram em palafitas, sem banheiro, sem médicos e tem de enfrentar dias de barco, doentes para um socorro, que muitas vezes não têm.”
“Não tenho do que me orgulhar do Pará dessa forma que está. Tenho pena do povo e, como cidadão, não posso ficar calado e deixar que o Estado continue nesse atraso”, completou o cantor de sucesso nos anos 80.
Ele afirma que vai continuar na campanha pela divisão do Estado. “Nasci em Belém e uso minha voz para fazer a voz do Pará esquecido, carente e desassistido. Continuo fazendo parte dos 35% que querem a divisão daquele Estado, que quer a independência.”
Beto Barbosa classifica o Pará como um “barril de pólvora” violento e desordenado. “Num país democrático como o nosso nã…

Multidão em Belém comemorou vitória do NÃO

Imagem
Uma multidão uniformizada com a bandeira do Pará tomou a avenida Visconde de Souza Franco, a Doca.Centenas de pessoas dançavam ao som de ritmos paraenses, como o carimbó e o tecnomelody.O ápice da festa foi a queima de fogos. Por três minutos o céu no centro da cidade reluziu (Dol)