Postagens

Mostrando postagens de Agosto 13, 2012

Companhias aéreas podem ser multadas

A Justiça Federal publicou decisão nesta segunda-feira, 13 de agosto, obrigando as companhias aéreas TAM, Gol, Cruiser, TAF e Total a comprovarem o cumprimento de sentença de 2011 que determina a redução, em todo o país, das taxas cobradas pelas companhias aéreas para remarcação ou cancelamento das passagens. Caso não comprovem o atendimento da decisão judicial, cada empresa será multada em R$ 100 mil.
As empresas têm 15 dias para atender à decisão do juiz federal Regivano Fiorindo, que atua em Belém (PA). Esse prazo começa a ser contado a partir da publicação no Diário Oficial, feita nesta segunda-feira.
O pedido de execução da sentença de 2011 foi feito em março deste ano pelo Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA). Baseado em informações encaminhadas por clientes das companhias aéreas, o procurador da República Bruno Araújo Soares Valente informou à Justiça que as empresas vinham ignorando a determinação judicial.
A sentença, do juiz federal Daniel Guerra Alves, foi publicada em …

PEC acaba com remuneração de vereadores

Imagem
[caption id="attachment_15493" align="alignleft" width="162"] Foto: José Cruz / Ag. Senado[/caption]
O fim do pagamento da remuneração de vereador em municípios com até 50 mil habitantes é o objetivo de proposta de emenda à Constituição (PEC) em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).
De autoria do senador Cyro Miranda (foto) (PSDB-GO), o texto foi subscrito por outros 30 parlamentares. Se aprovada pelo Congresso Nacional, a proposição deverá atingir cerca de 90% das câmaras municipais do país.
Além disso, a PEC limita o total da despesa das câmaras de vereadores dessas cidades a no máximo 3,5% da arrecadação municipal.
“Estamos seguros de que sua adoção causará impactos positivos consideráveis, tendo em vista que 89,41% dos municípios brasileiros possuem até 50 mil habitantes. Dessa forma, pouco mais de 600 municípios brasileiros continuarão a remunerar seus vereadores”, argumenta o senador.
Com essa medida, acredita ele, os vereadores…

Duas pessoas morrem em acidente

Imagem
[caption id="attachment_15487" align="alignleft" width="300"] Corpos de vítimas ficaram presos às ferragens[/caption]
Duas pessoas morreram em um acidente por volta das 19 horas do domingo (12) no km 30 da comunidade de Caranazal, Rodovia Everaldo Martins. Segundo informações de testemunhas, um motorista de um carro, modelo vectra, invadiu a contramão e colidiu com um ônibus.
O condutor do vectra era Robson Barros Vieira de 34 anos. Ele se encontra gravemente ferido no hospital. As outras duas pessoas que estavam no carro, Gleciane de Cunha de 18 anos e Erenildo dos Santos de 30 anos morreram na hora. Os corpos das vítimas ficaram presos às ferragens.
Mais Detalhes: No Tapajós

Exército sem poder de fogo

Segundo relato de generais brasileiros , no exército (que possui o maior efetivo entre as três Forças (são 203,4 mil militares) há munição disponível para cerca de uma hora de guerra. O Exército não teria como responder a uma guerra.
O Exército usa o mesmo fuzil, o FAL, fabricado pela empresa brasileira Imbel, há mais de 45 anos. (Inf. G1)
Nota do blog: Se duvidar, os traficantes estão mais preparados que as forças armadas do Brasil. Em caso de guerra, seria melhor recrutá-los!

Eleições em Belém

O candidato Edmilson Rodrigues (Psol) lidera com folga a corrida pela Prefeitura de Belém. De acordo com a pesquisa do Ibope Inteligência, encomendada pela TV Liberal, o candidato desponta com 42% das intenções de voto, enquanto o segundo colocado, Priante (PMDB), tem 22% das menções do eleitorado belenense. Zenaldo Coutinho (PSDB) aparece com 12% das intenções de voto, Jordy (PPS) tem 7% e Jefferson Lima (PP) 5%. Ainda de acordo com a pesquisa, Anivaldo Vale (PR) e Alfredo Costa (PT) surgem, respectivamente, com 2% e 1% das menções, enquanto Marcos Rego (PRTB) não atinge 1% das intenções de voto. Os nomes dos candidatos Leny Campelo (PPL) e Sérgio Pimentel (PSL) constavam no disco apresentado aos entrevistados, porém, não foram citados por nenhum deles.
O Liberal