Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 21, 2016

MPF processa Ufopa para que pague o auxílio estudantil de 2015

O Ministério Público Federal (MPF) está processando a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) para que seja obrigada a pagar o auxílio estudantil do ano letivo de 2015. A dívida da Ufopa com os alunos, segundo informa o MPF, é de pouco mais de R$ 1 milhão.

Em 2016, os pagamentos já foram regularizados.

Além do pagamento o MPF pediu à Justiça Federal que determine uma revisão de todos os benefícios de auxílio estudantil concedidos pela Ufopa, porque há relatos de beneficiários que não se enquadram no perfil do programa.
Os pedidos do MPF serão julgados pela 1ª Vara Federal de Santarém.
Mais Detalhes

Polícia divulga retrato falado do suposto homem que matou dono de lanchonete em Santarém

Imagem
A Polícia Civil do Pará em Santarém divulgou o retrato falado do suposto assassino do microempresário Robson Amaral, crime ocorrido na noite de terça-feira, 19. Robson era proprietário de uma pequena lanchonete localizada na avenida Sérgio Henn, próximo à Prefeitura, no bairro Aeroporto Velho.

Qualquer informação pode ser repassada para a Seccional de Polícia através do telefone (93) 3523-2196 ou para o NIOP por meio do número 190.

O delegado Germano do Vale é quem comanda as investigações desse caso.



Empresas lançam aplicativo de turismo para Alter do Chão

Imagem
O ano de 2016 começa com componentes adicionais para a divulgação do turismo de Santarém. Trata-se do aplicativo Guia Alter do Chão, que pode ser baixado nos aparelhos Android e Iphone.

A iniciativa é da Mil Aplicativos, que juntamente com a Conexão Oeste Produtora, dão um passo importante para colocar Alter do Chão na prateleira do turismo nacional. O aplicativo é uma ferramenta bastante utilizada para a comercialização de produtos e serviços, o que permitirá à praia mais famosa do oeste do Pará ficar mais próxima de sua clientela, que hoje está espalhada em todos os pontos do Brasil e do mundo.

Concurso: Local da prova de cartorários já disponível

Os candidatos inscritos no concurso público para serviços notariais e registrais do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), já podem acessar a lista dos locais de prova. Ela está disponível no site do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses), organizadora do certame.

O concurso preencherá 271 vagas de serventias extrajudiciais localizadas em vários municípios do Estado, sendo 181 por provimento e as outras 90 por remoção.

A prova objetiva será aplicada no próximo domingo, 24.

Barco é apreendido transportando 40 Kg da espécie pirarucu

Imagem
Uma embarcação foi apreendida  por agentes da Semma municipal e Ibama atracada em frente à cidade, próximo a agência dos Correios. Ela transportava irregularmente 40 kg de peixe da espécie pirarucu.
A embarcação veio da região do Arapixuna. O dono foi autuado com base no art. 34 da Lei de Crimes Ambientais nº  9.605/98 e no art. 35,  inciso III do Decreto 6.514/2008 que proíbe a pesca da espécie, contrariando a IN (Instrução Normativa) 34/2004 que proibe a pesca, comercialização e transporte do pirarucu no período do defeso que vigora de 1º de dezembro de 2015 a 31 de maio de 2016.
O pescado apreendido foi doado ao Asilo São Vicente de Paulo.
Com informações da Semma de Santarém.



Lançamento do carnaval santareno

Amanhã, 22, às 17h, nas dependências do Rancho Show Bar, acontece o lançamento do Carnaval 2016 em Santarém.

A Associação das Agremiações Carnavalescas (Asac), a Liga Independente de Blocos de Empolgação (Libes) e a Secretaria de Cultura do município comandam o evento de lançamento.

Edital Povos Originários tem inscrições até 10 de fevereiro

Imagem
Os interessados em participar do edital Povos Originários do Brasil ainda têm até o dia 10 de fevereiro para inscrever projetos de pesquisa. A iniciativa é da Secretaria de Políticas Culturais (SPC) do Ministério da Cultura (MinC) em parceria com o Laboratório de Tecnologia da Informação (Liber) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 
O edital tem a finalidade de apoiar projetos, estudos e atividades de cultura digital relacionados aos povos indígenas, incentivando a criação de acervos digitais com foco na organização, preservação e acesso a documentos de interesse público.


As propostas aprovadas deverão ser executadas em um período de até 12 meses.


Os recursos disponíveis para o edital são de aproximadamente R$ 1,4 milhão e têm origem no Fundo Nacional de Cultura (FNC). Os projetos aprovados podem receber até R$ 80 mil, que serão destinados exclusivamente ao pagamento de bolsas como auxílio aos pesquisadores.

Mais detalhes na página do Ministério da Cultura