Postagens

Mostrando postagens de Março 30, 2011

Brasil: Potência científica.

Um relatório divulgado na Grã-Bretanha indica que o Brasil e outros países emergentes, liderados pela China, estão despontando como grandes potências na área de produção de estudos científicos, capazes de rivalizar com países que têm tradição nessa área, como os Estados Unidos, nações da Europa Ocidental e o Japão.
A representatividade dos estudos brasileiros teve leve aumento: entre 1999 e 2003, eles equivaliam a 1,3% do total de pesquisas científicas globais. Entre 2004 e 2008, essa porcentagem subiu para 1,6.
O relatório, chamado Conhecimento, Redes e Nações: A Colaboração Científica no Século 21, analisa a publicação de trabalhos científicos por país no período entre 1996 e 2008.
O estudo diz que há avanços em áreas específicas da ciência em alguns países, entre eles o Brasil.
''Existe diversificação de alguns países demonstrando lideranças em setores específicos, como a China em nanotecnolgia, e o Brasil em biocombustíveis, mas as nações avançadas do ponto de vista …

Pedra maia é exibida para desmentir anúncio do fim do mundo em 2012

Imagem
No G1

[caption id="attachment_3532" align="alignleft" width="237" caption="Foto: René Alberto López / AFP Photo)"][/caption]
A pedra do calendário maia que foi interpretada erroneamente como um anúncio do fim do mundo marcado para dezembro de 2012 foi apresentada na terça-feira (29) em Tabasco, sudeste do México.
A peça é formada de pedra calcária e esculpida com martelo e cinzel, e está incompleta. "No pouco que podemos apreciá-la, em nenhum de seus lados diz que em 2012 o mundo vai acabar", enfatizou José Luis Romero, subdiretor do Instituto Nacional de Antropologia e História.
Na pedra está escrita a data de 23 de dezembro de 2012, o que provocou rumores de que os maias teriam previsto o fim do mundo para este dia. Até uma produção hollywoodiana, "2012", foi lançada apresentando esse cenário apocalíptico.
"No pouco que se pode ler, os maias se referem à chegada de um senhor dos céus, coincidindo com o encerramento…

Semana Santa.

Em rápida audiência com o governador Simão Jatene, o secretário de Estado de Pesca e Aquicultura, Asdrubal Bentes, entregou a minuta do decreto que proíbe a exportação do peixe paraense no período entre 2 e 22 de abril. O objetivo é fazer com que o pescado seja garantido ao povo do Pará no período da Semana Santa. O governador achou oportuna a minuta, que foi encaminhada para a assessoria jurídica do governo para análise, aprovação e posteriormente publicação no Diário Oficial do Estado.A.P